Os futebolistas do Beira-Mar, da Liga de Honra, deram um prazo até 30 de Novembro para o clube pagar os dois meses de salários em atraso.

"Vamos continuar com o mesmo nível de rigor e profissionalismo, não recorrendo à greve e às faltas de comparência. No entanto, o grupo decidiu estipular o dia 30 de Novembro como data limite para pagamento de dois meses em atraso, data em que se avançará com uma pré-rescisão de contrato colectivo", anunciou, então, o capitão Hugo.

O jogador aveirense acrescentou, falando em nome de todo o grupo de trabalho: "Se esta medida não for suficiente, no dia 08 de Dezembro o grupo rescindirá definitivamente a sua ligação ao clube.

O Beira-Mar qualificou-se domingo para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, na lotaria das grandes penalidades, em Coimbra, frente à Académica, e, na Liga de Honra, segue no quarto lugar, com 16 pontos, apenas a dois do líder Feirense e do Portimonense, segundo colocado.

A reunião entre o SJPF e o grupo de trabalho do Beira-Mar está marcada para as 15:00, nas instalações do clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.