A direcção do Trofense, actual segundo classificado da Liga de Honra de futebol, demarcou-se hoje das alegadas tentativas de aliciamento aos jogadores do Freamunde, 10.º no campeonato e seu próximo adversário na competição.

Em comunicado, a direcção do clube da Trofa, considera «surpreendente» as denúncias feitas, também em nota de imprensa, pelo Freamunde, adiantando que a sua resposta vai no sentido de evitar «a leviandade e a irresponsabilidade de especular ou atentar contra o bom-nome do Trofense».

«O CD Trofense é reconhecido e elogiado por ser um clube referência em resultado de práticas ético e desportivas exemplares. Não fora o CD Trofense o próximo adversário do Freamunde e nem levaríamos como séria esta estranhíssima situação», refere o comunicado do segundo classificado da Liga de Honra.

O CD Trofense considera «gravíssimo qualquer ato que ponha em causa a verdade desportiva», manifestando incompreensão por as denuncias se apoiarem em «chamadas ocultas, ou seja, no completo anonimato, para lançar suspeitas sobre vários clubes, incluindo o seu signatário».

A direcção trofense diz ainda lamentar «que não tenha havido a devida ponderação sobre os efeitos negativos que um comunicado fundamentado no ‘oculto’ poderia produzir no jogo Freamunde-Trofense», concluindo que «já desenvolveu os necessários contactos pelos canais oficiais».

O Freamunde tinha denunciado, também em comunicado, que «durante os últimos dias, jogadores do Freamunde foram abordados, através de chamadas ocultas, no sentido de por em causa a verdade desportiva».

O Freamunde, 10.º classificado da Liga de Honra com 30 pontos, mas com a permanência ainda por garantir, recebe no domingo, às 11h15, o Trofense, actual segundo classificado e em zona de subida, num jogo que será arbitrado por Paulo Baptista, de Portalegre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.