O União da Madeira, despromovido na última temporada, apresentou-se hoje para o primeiro dia da temporada 2015/16, ainda sem saber se irá participar na I ou na II Liga de futebol.

Apesar de despromovido ao segundo escalão, o União da Madeira apresentou queixas contra o Vitória de Setúbal, por este ter, alegadamente, inscrito jogadores irregularmente.

Em situação de incerteza, o União, que terá Filipe Rocha como treinador, voltou hoje ao trabalho, com os habituais exames médicos, tendo o diretor desportivo, Edgar Rodrigues, a sublinhar a dificuldade em planear a temporada.

"É tremendamente difícil, porque ainda nada sabemos. Para nós as coisas são claras, pois há regulamentos a cumprir e como tal pensamos que a decisão deveria ter sido mais célere", disse, acrescentando: "para atuar na I Liga temos de contratar um determinado tipo de jogadores, sempre tendo em conta o nosso orçamento, mas tendo sempre em mente ser competitivos”

O dirigente realçou que o União da Madeira está tranquilo quanto ao futuro, "esperando que se faça justiça desportiva", dando como exemplos os casos do Twente, na Holanda, da Lazio, em Itália, ou do Marselha, em França.

Por seu turno, o guarda-redes internacional moçambicano Ricardo Campos, que transita da época passada, diz que, "independentemente da liga que o União disputar”, a equipa tem de “dar sempre tudo dentro do campo, para fazer um bom campeonato", considerando que o clube "está a construir um bom plantel”.

"Estamos a construir um plantel para conseguir a manutenção na I Liga, ou uma subida, se o caso for o de jogarmos na II Liga", afirmou, dizendo ainda "que não existem muitas equipas na I Liga, que tenham as condições de trabalho do União da Madeira".

O guarda-redes José Chastre (ex-Famalicão), o defesa Tiago Moreira (ex-Sp. da Covilhã), os médios Rafael Barbosa (ex-Sporting), Usman Mohammed (ex-Taraba United/Nigéria), e Talles (ex-FC Zimbrau/Moldávia), este um regresso ao clube, onde actuou na temporada 2014/2015, são, para já, os reforços conhecidos.

Retornam ao clube madeirense Diogo Firmino (ex-SC Praiense) e Jaime Simões (ex-Apollon Limassol/Chipre), que se encontravam emprestados.

Os trabalhos de campo têm o seu início na próxima segunda-feira, no Complexo Desportivo do União da Madeira. Os primeiros jogos de preparação estão agendados para os dias 13 e 16, ambos com o Nacional.

Plantel provisório do União da Madeira para a época 2016/2017:

- Guarda-redes: Ricardo Campos e José Chastre (ex-Famalicão).

- Defesas: Kusunga, Carlos Manuel, Tiago Ferreira, Jaime Simões, Paulinho, Rúben Lima, Nilson, Tiago Moreira (ex-Sporting da da Covilhã) e Diego Galo.

- Médios: Rafael Barbosa (ex-Sporting), Usman Mohammed (ex-Taraba United/Nig), Breitner, Diogo Firmino, Soares, Marco Túlio, Gian, Rúben Andrade, Talles (ex-FC Zimbru/Mol) e Shehu.

- Avançados: Miguel Fidalgo, Élio Martins, Toni Silva, Kisley e Amilton.

Treinador: Filipe Rocha (Filó).

Saíram: Joãozinho (Kortrijk/Bel), André Moreira (Atlético de Madrid/Esp), Raúl Gudiño (FC Porto), Paulo Monteiro (Feirense), Danilo Dias (América Mineiro/Bra), Rafael Alves (Desportivo das Aves), Jhonder Cádiz (Caracas FC/Ven), Edder Farias (Caracas FC/Ven) e Miguel Cardoso (Tondela).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.