"Sinto que a equipa está mais forte, mais agressiva do ponto de vista ofensivo e defensivo e está a caminhar para aquilo que eu idealizei para este plantel, que é uma equipa mais rápida e incisiva", disse.

Vítor Pereira falava numa conferência de imprensa, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, destacando a importância de vencer frente ao Varzim para cimentar a equipa nos primeiros lugares do campeonato.

"O Santa Clara está num processo de crescimento e temos vindo a dar uma resposta diferente daquela que dávamos há um mês. Com o Feirense (jogo da última jornada em que o Santa Clara empatou 1-1) só faltou a vitória e com o Varzim espero que consigamos marcar uma posição nos lugares da frente, que nos permita alcançar o que perdemos o ano passado, que foi a subida de divisão", afirmou.

O Santa Clara está neste momento a competir em três frentes, na Taça de Portugal, na Taça da Liga e no campeonato, o que deixa o treinador do Santa Clara orgulhoso: "é uma satisfação enorme que antevejo o jogo com o União de Leiria, para a Taça da Liga, e com o Marítimo, para a Taça de Portugal. É uma oportunidade para mostrarmos que temos valor".

Vítor Pereira encara a presença do Santa Clara nas três competições como uma forma de "valorizar" o seu trabalho e deixa a humildade de lado quando os jornalistas lhe perguntam até aonde quer ir.

"Eu não tenho dúvidas de que vou andar para a frente e o Santa Clara também. Estou no Santa Clara também para me promover e quero chegar primeiro à primeira Liga, depois ser o melhor treinador da primeira liga e por aí adiante. Eu tenho a certeza absoluta de que a minha oportunidade vai chegar, mais cedo ou mais tarde, mas tenho a certeza que vai chegar".

O encontro na Póvoa de Varzim está agendado para as 16:00 (15:00 nos Açores) de domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.