O Atlético Ouriense, que já tinha garantido o título, empatou este domingo a zero na deslocação ao campo do Vilaverdense, na sexta e última jornada da fase de apuramento de campeão de futebol feminino.

As atletas comandadas por Mauro Moderno fizeram história no futebol feminino nacional, ao conquistarem o seu primeiro título, na época em que foram promovidas à primeira divisão, e quebrando a hegemonia do histórico 1.º de Dezembro, que tinha ganho os últimos 11 campeonatos.

Hoje, no campo do Vilaverdense, o Ouriense não marcou, mas o título já estava assegurado.

A equipa de Ourém começou a surpreender logo no início do campeonato, quando derrotou o então campeão 1.º de Dezembro, numa altura em que a equipa de Sintra não perdia no campeonato nacional há 140 jogos, desde 2006.

Já o Clube Albergaria venceu em casa, com um expressivo 4-1 a equipa de Sintra, que até esta época tinha demonstrado sempre a sua hegemonia no futebol feminino nacional.

O Atlético Ouriense ficou em primeiro com 32 pontos, seguido do Clube Albergaria, com 27, o 1.º Dezembro, 25 e o Vilaverdense, 18.

Com o campeão nacional encontrado, falta apenas o vencedor da Taça de Portugal de futebol feminino, com Boavista e Valadares Gaia a disputarem o troféu a 19 de maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.