A médio da seleção feminina de futebol Tatiana Pinto mostrou-se hoje motivada para ajudar Portugal a triunfar no duplo jogo particular com a República da Irlanda, apesar de lamentar a ausência da capitã Cláudia Neto, devido a lesão.

Em declarações à agência Lusa, a futebolista do Sporting abordou também a estreia de Francisca Cardoso nas convocatórias do selecionador, Francisco Neto, e a excelente época que leva ao serviço dos ‘leões' na presente temporada.

Relativamente aos embates particulares, a internacional portuguesa reconhece o valor das irlandesas e antecipa um bom teste a pensar na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo, de 2019.

"A Irlanda é uma equipa forte, assim como todas as seleções que costumamos enfrentar. Dos últimos resultados, empataram com a Holanda, que é campeã europeia [em título], e não podemos desvalorizar isso. Esperamos, acima de tudo, muitas dificuldades e vamos trabalhar muito esta semana para conseguirmos as duas vitórias, é isso que queremos", começou por dizer.

Aos 23 anos a viver a melhor temporada a nível pessoal, em que é habitual titular no Sporting com nove tentos em 17 encontros, Tatiana Pinto desvaloriza os números e diz que "não vive muito de golos", preferindo dar destaque às colegas de equipa.

A ausência da capitã Cláudia Neto, substituída por Diana Gomes na convocatória, não passa despercebida no balneário das ‘quinas', algo que entristece a companheira de seleção.

"A Cláudia é uma jogadora que olhamos como um exemplo a seguir, que nos faz muita falta. É, sem dúvida, uma jogadora muito boa e gostamos muito de a ter aqui. Infelizmente não pode estar e estamos tristes, mas tenho a certeza que vai recuperar o mais rápido possível", desejou.

Por fim, Tatiana enalteceu a chamada da estreante jogadora do Sporting de Braga, Francisca Cardoso, nas convocatórias, sublinhando que é a "prova de que trabalhou para conseguir a sua oportunidade e que não existem lugares garantidos" na seleção de Francisco Neto.

O primeiro desafio com a República da Irlanda está agendado para quinta-feira, em São Miguel, nos Açores, pelas 18:00 locais (17:00 em Portugal continental), sendo que o segundo acontece no domingo, às 16:00.

Na qualificação para o Mundial2019, Portugal é terceiro no grupo 6, com uma vitória diante da Moldávia (8-0), e derrotas com a Bélgica (1-0) e Itália (1-0).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.