Dominguez voltou a capitanear a seleção de Moçambique e sem deslumbrar não pode dar o contributo que o povo esperava no embate deste domingo diante do Egito a contar para a quinta jornada de qualificação para o Campeonato do Mundo, partida ganha pelos «Faraós» por 0-1.

Visivelmente desagradado com o resultado final e desempenho da selecção, o capitão de Moçambique considerou que «foi um jogo muito difícil».

«Tentámos dar o nosso máximo, mas encontrámos uma equipa que estava bem organizada, e as poucas oportunidades que tivemos não conseguimos concretizar em golos e eles tiveram uma oportunidade e marcaram», lamentou.

O "puto maravilha", como é tratado pelos adeptos dos Mambas, referiu que os jogadores tudo fizeram para manter a invencibilidade da seleção em jogos realizados em casa, porém o adversário acabou por ser mais forte.

«É muito difícil  perder sabendo que era um jogo que estávamos a jogar em casa e estava ao nosso alcance, mas foi mais um jogo, mas uma desilusão, há que pensar no futuro», rematou o autor do único golo até aqui marcado por Moçambique nesta fase de qualificação.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.