Não passaram ainda 24 horas desde que Portugal garantiu o passaporte para o play-off de acesso ao Mundial 2010, mas a Selecção Nacional já só pensa nos adversários possíveis na recta final da caminhada: Ucrânia, Eslovénia, República da Irlanda e Bósnia-Herzegovina.

Em declarações à TSF, o médio Danny já assumiu quem não espera encontrar no play-off. "A Ucrânia é o adversário mais difícil. É uma equipa que trabalha muito em campo e que nunca dá uma bola por perdida", frisou o jogador dos russos do Zenit S. Petersburgo. No entanto, o internacional faz questão de reiterar que Portugal "depende apenas de si próprio para estar no Mundial".

Relativamente ao jogo com Malta, Danny deixou elogios à prestação da equipa das quinas. "Foi um bom jogo, a selecção esteve muito bem, dominou sempre o jogo, teve muitas oportunidades e fez golos, que é o mais importante", sublinhou, mostrando-se ainda ao lado das palavras de Simão, que falou no "progresso da equipa". "A equipa está a jogar bem, moralizada e num bom momento", disse o jogador, que está a dar os últimos passos na recuperação de uma lesão grave num joelho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.