Gonçalo Guedes foi o homem que marcou o golo que deu a Portugal o último título de seleções na Europa. O avançado do Valencia fez o tento da vitória lusa frente a Holanda na final da Liga das Nações da UEFA.

Em entrevista à TVI, o avançado garante que todos já estão em 'modo Seleção', pelo que os próximos jogos neste grupo da Liga das Nações serão difíceis.

"Não é um grupo fácil. Temos seleções com grandes jogadores, com nome a nível internacional. São das seleções mais fortes do mundo, mas também sabemos que temos muito valor e vimos de duas competições que ganhámos [Europeu e Liga das Nações] e as outras equipas também nos olham com respeito. Temos de fazer tudo para que esse respeito se mantenha, ganhando o máximo de vezes possível. Sabemos que temos uma responsabilidade pelo que ganhámos, mas é uma responsabilidade boa. Nós não vamos querer perder", garantiu Gonçalo Guedes.

Portugal arranca a defesa do título já este sábado no Estádio do Dragão frente a Croácia. Os comandados de Fernando Santos defrontam ainda a França e a Suécia, na segunda edição da Liga das Nações. O objetivo é igual: vencer.

"A Liga das Nações foi importante porque não eram simples jogos amigáveis. O mister Fernando Santos disse-nos desde a primeira hora que aquela era uma competição na qual entrávamos para ganhar. Se calhar muitas seleções não deram muito valor à Liga das Nações, mas quando viram a final-four, acredito que pensaram que gostariam de estar la", completou Gonçalo Guedes à TVI.

Esta segunda-feira, no primeiro dia de trabalhos, o selecionador Fernando Santos contou com todos os 25 jogadores convocados, incluindo o capitão Cristiano Ronaldo e os estreantes Rui Silva, guarda-redes do Granada, e Francisco Trincão, extremo transferido recentemente do Sporting de Braga para o FC Barcelona.

Pela primeira vez, todos os 25 jogadores chamados por Fernando Santos estão instalados na chamada ‘Casa dos Atletas’ até viajarem no final da semana para o Porto, onde vão defrontar os atuais vice-campeões mundiais, na primeira jornada do Grupo 3. Três dias depois do duelo no Estádio do Dragão, Portugal desloca-se a Solna, nos arredores de Estocolmo, para defrontar a Suécia.

A seleção nacional ainda não efetuou qualquer jogo em 2020, devido à covid-19. O último encontro aconteceu em 17 de novembro do ano passado, no triunfo por 2-0 no Luxemburgo, que valeu a qualificação para a fase final do Euro2020, que, entretanto, foi adiado para 2021, devido à pandemia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.