António Simões revelou, em declarações à “Rádio Renascença”, que Paulo Bento tem de ter cuidado com as pessoas que vai encontrar dentro da Federação: “Há gente que não presta e que não é bem formada. Não têm respeito pelas funções que desempenham e pela selecção. Quem manda é o seleccionador e não são grupos ou sub-grupos que têm algum proteccionismo dentro dessa estrutura”.

O magriço vai mais longe e refere que essas pessoas estão “dentro do departamento médico” e outras que estão “ligadas à comunicação social”.

“Se eu fosse seleccionador nacional corria com essas pessoas”, concluiu António Simões.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.