Paulo Bento foi avançado, desde a primeira hora, como o nome mais provável para suceder a Carlos Queiroz no cargo de seleccionador nacional.

O perfil do treinador encaixava naquilo que o presidente da FPF, Gilberto Madaíl, e o núcleo duro da Federação pretendiam para o cargo: um homem com um pulso firme, que soubesse lidar com os jogadores e que os conhecesse, e com novas ideias.

Aos 41 anos, Paulo Bento abraçará a maior aventura da sua carreira, depois de um ano de interregno, após várias épocas ao serviço do Sporting, mais precisamente, 4 épocas e meia.

No entanto, o técnico encontrará a selecção numa fase muito complicada. Seja pelo facto de na fase de qualificação para o Euro 2012 a selecção ter, nesta altura, um ponto, ao cabo de dois jogos; seja pelo facto de alguns dos jogadores mais experientes estarem a abandonar a equipa das quinas.

Portugal voltará a entrar em campo nos dias 8 e 12 de Outubro frente à Dinamarca e Islândia, respectivamente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.