“É evidente que falamos de resultados, estamos sempre ligados aos resultados. E esses resultados podem piorar ou amenizar essa situação”, explicou.
Agostinho Oliveira disse não ter “nada a ver com tudo o que se passa” e explicou ser sua única preocupação “trabalhar os jogadores e tentar ganhar à Noruega”.

Portugal e Noruega jogam terça-feira em Oslo o segundo jogo de qualificação para o Campeonato da Europa de futebol de 2012.

Numa conferência de imprensa com o “assunto Queiroz” sempre em cima da mesa, Agostinho procurou driblar o tema, mas as perguntas iam sempre esbater no mesmo.

Ainda assim, o seleccionador interino falou da Noruega como uma “equipa que baseia o seu futebol nas bolas paradas e lançamentos altos”.

“Há uma preocupação muito forte nas situações de bola parada. Por isso, tenho de ter a preocupação de fazer os melhores ajustamentos para o equilíbrio no jogo aéreo. Por isso, algumas alterações terão de acontecer”.

A turma das “quinas” estreou-se sexta-feira no Grupo H da fase de qualificação para o Euro2021 com um empate, 4-4, frente ao Chipre, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.