A polícia de Roma identificou hoje 20 adeptos da Lazio, que no domingo utilizaram a imagem de Anne Frank, adolescente de origem judaica vítima do Holocausto, com uma camisola do clube italiano AS Roma.

A polícia italiana identificou os infratores através de imagens de vídeo.

De acordo com a polícia de Roma, 13 dos adeptos estão a ser investigados por atos de discriminação racial por "colocar material antissemita com conteúdo ofensivo que poderia incitar o ódio racial".

As autoridades referiram ainda que 13 dos adeptos da Lazio foram proibidos de participar em eventos desportivos na Itália - 12 deles por cinco anos e um por oito anos, uma vez que esse adepto já é reincidente.

No domingo, no Estádio Olímpico de Roma, alguns ultras da Irriducibili, a principal claque da Lazio, provocaram os rivais da AS Roma ao utilizar a imagem de Anne Frank com a camisola do clube de Roma.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.