Confessando-se “muito feliz” pela convocatória para o estágio de dois dias, em Rio Maior, o defesa esquerdo Ivanir Rodrigues, que alinha no Mafra por empréstimo do Benfica, disponibilizou-se “para trabalhar sempre para continuar a ser opção”.

“Esta selecção de sub-20 já é um nível elevado e estou a trabalhar para ser chamado sempre que a selecção precise da minha ajuda. Quero dar o meu máximo e ajudar a selecção a cumprir os objectivos”, frisou Ivanir, admitindo quea chamada poderá dever-se à prestação na Taça de Portugal do Mafra, que vai defrontar o Sporting, em Janeiro, nos oitavos-de-final.

Já Danilo Pereira manifestou-se surpreendido pela convocatória de Paulo Alves para esta concentração, que vai culminar, quarta-feira, com um jogo de preparação frente ao Carregado, da Liga de Honra.

“Eu não estava à espera de ser chamado, mas foi bom para mim, porque quer dizer que estou a trabalhar bem e só tenho de continuar o trabalho para ser chamado mais vezes”, referiu o médio do Benfica.

O capitão da selecção lusa de sub-19 Nuno Reis também se mostrou confiante na conquista de um “lugar” neste escalão.

“É sempre importante chegar aos sub-20. Se o 'mister' nos chamou é porque tem confiança em nós. E nós só temos de trabalhar para ser uma mais-valia para esta equipa”, afirmou o defesa central do Sporting.

Durante o primeiro treino de hoje, Ivanir, João Pereira, David Simão e André Martins realizaram treino condicionado, para gestão do esforço, enquanto Dani, com dores na face posterior da coxa esquerda, foi dispensado, tendo sido chamado para o substituir o defesa Ivo Pinto.

Roderick Miranda e Nélson Oliveira, ambos do Benfica, foram dispensados da concentração, enquanto André Almeida, Fredy e André Pires, todos do Belenenses, integram os trabalhos esta tarde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.