Fernando Gomes, diretor para as relações externas dos Dragões, afirmou que este Grupo G é «um dos mais difíceis» desta fase.

«Devido à dificuldade grande das equipas e também pelas viagens muito longas. O Shakhtar e o Zenit são dos clubes que mais têm investido na Europa, têm vários internacionais e são orientados por treinadores de prestígio e valor», disse esta quinta-feira, à saída do sorteio da Champions que se realizou no Fórum Grimaldi.

No entanto, o ex-jogador do FC Porto realçou: «O FC Porto faz das dificuldades uma das suas forças. Não posso negar que o FC Porto é o clube de maior prestígio e palmarés, mas o que nos vai fazer apurar ou não é a competência, a vontade de vencer e também uma pontinha de sorte».

Fernando Gomes lembrou que os azuis e brancos têm-se dado bem com as equipas soviéticas mas o grande problema são «as longas viagens».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.