Sérgio Conceição foi expulso na Supertaça (derrota do FC Porto frente ao Benfica) depois de ter reagido a uma falta de Otávio já na parte final do encontro.

O técnico viu o cartão vermelho, mas recusou-se a acatar a decisão do árbitro Luís Godinho.

Segundo o relatório do árbitro de Évora, citado pelo jornal Record, o técnico dos dragões proferiu vários insultos contra o juiz da partida.

"Para além de não acatar a ordem de expulsão, o mesmo continuou proferindo palavras insultuosas e ofensivas para o árbitro, gritando: 'Vai para o c******... és um artista... tendencioso... já não é a primeira nem a segunda. Foi o Danilo, foi o Luis Díaz e agora não expulsas o João Neves... és fraco, fraco, fraco, muito fraco", pode ler-se.

Ainda de acordo com Luís Godinho, Sérgio Conceição voltou a dirigir-se ao juiz do encontro já depois da entrega de prémios. Junto aos balneários, Conceição voltou a proferir "as palavras insultuosas e ofensivas proferidas aquando da sua expulsão aos 90+6 minutos [...] e acrescentou, gritando: 'andas a brincar com o meu trabalho... já tens uma história contra nós... és uma vergonha'".

O relatório fala ainda da expulsão de Pepe, instantes antes do episódio com Sérgio Conceição. "Ao passar pelo quarto árbitro, disse: 'Vocês são muito fracos', escreveu o árbitro sobre o capitão portista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.