O Sporting, detentor do troféu, ficou ontem mais próximo de atingir a 'final four' da Taça da Liga de futebol, ao receber e vencer o Famalicão 2-1, em jogo da segunda jornada do grupo A da prova.

Os 'leões' não facilitaram e adiantaram-se no marcador logo aos oito minutos, por Ugarte, tendo Nuno Santos, aos 61, ampliado e conferido maior tranquilidade à sua equipa, que ainda sofreu um sobressalto no final, quando os famalicenses reduziram, aos 89, por Heriberto e ainda viram um golo invalidado por fora de jogo de Riccieli, aos 90+2.

Apesar da derrota, o Famalicão lidera o grupo, com três pontos, mercê da goleada (5-0) da primeira jornada sobre o Penafiel, mas o Sporting, que na terceira jornada, em 15 de dezembro, se desloca ao terreno da equipa da II Liga, ficou agora a somente um empate de seguir em frente e manter-se na defesa do título.

As equipas

O treinador Rúben Amorim operou muitas mudanças na equipa inicial face ao último jogo, com o Moreirense.

Virgínia, Neto, Feddal, Esgaio, Ugarte, Matheus Nunes, Vinagre e Jovane entraram para os lugares de Adán, Coates, Matheus Reis, Porro, Palhinha, Daniel Bragança, Paulinho e Pote.

Os leões não contaram ainda com Tiago Tomás que sofreu uma mialgia na coxa direita.

Do outro lado, Ivo Vieira fez seis mudanças. Entraram de la Fuente, Riccieli, Rúben Lima, David Tavares, Ivo Rodrigues e Bruno Rodrigues e saíram Diogo Figueiras, Alex Nascimento, Adrián Marín, Heriberto, Iván Jaime e Simon Banza.

De fora ficou ainda Simon Banza por castigo. O avançado foi expulso no último jogo dos famalicenses no campeonato frente ao Santa Clara.

O jogo

O Sporting agarrou o jogo desde o primeiro minuto e foi sempre mais dominador, perante um Famalicão que não apresentava uma referência na frente de ataque.

À primeira oportunidade, Manuel Ugarte inaugurou o marcador naquele que foi o seu segundo golo por uma equipa portuguesa, depois de ter marcado com a camisola dos famalicenses em fevereiro deste ano num jogo frente ao Rio Ave.

A equipa de Ivo Vieira mostrava dificuldades em levar a bola até ao meio campo adversário e, aos 30 minutos de jogo, não tinha qualquer remate feito à baliza do Sporting, defendida por João Virgínia.

No final da primeira parte, o Famalicão foi dando sinais de vida e começou a incomodar mais o adversário, mas tal não foi o suficiente para chegar ao intervalo com uma igualdade.

A equipa visitante voltou com mais força na segunda parte e decidida a dar continuidade aos últimos bons 15 minutos que fez no primeiro tempo. Aos 60 minutos, numa altura em que o Famalicão aplicava uma pressão mais forte e provocava um jogo mais dividido, eis que Nuno Santos fez o segundo do Sporting e cortou as pernas ao adversário.

No entanto, o Famalicão não desistiu, reduziu a vantagem por Heriberto e ainda festejou o empate, mas acabou por ver o segundo golo anulado por fora de jogo.

Vitória justa do Sporting frente a um Famalicão que dormiu na primeira parte, mas que correu pelo empate no segundo tempo. Na reta final, os homens de Ivo Vieira fizeram o adversário suar, mas não conseguiram sair de Alvalade com pontos.

O Sporting conseguiu assim matar o 'borrego' frente ao Famalicão, que não vencia desde que a equipa voltou à primeira divisão do futebol português.

O momento

O ponto alto do encontro aconteceu no primeiro golo dos leões, que assinalou a estreia de Ugarte a marcar com a camisola do Sporting.

O melhor

Nuno Santos foi um dos melhores jogadores em campo. Além de ter marcado o segundo golo, o avançado de 26 anos mostrou intensidade e agressividade ao longo do tempo que esteve em jogo e complicou a vida ao adversário.

O pior

Em plano inferior esteve Charles Pickel. Mostrou-se bastante desorientado nos 45 minutos em que esteve em campo e teve poucas cartas para parar o jogo leonino. Ficou mal na fotografia pela responsabilidade do desvio que deu o primeiro golo ao Sporting.

As reações

Rúben Amorim acha que o Sporting devia ter "acabado com o jogo mais cedo", Ugarte admite luta pela titularidade

Ivo Vieira: "Não gosto muito de conquistar algo quando dependo dos outros"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.