O Sporting, bicampeão em título, e o Benfica entram no sábado na última jornada da Taça da Liga de futebol com um ‘pé fora da competição’, com os rivais a dependerem de terceiros para estarem na ‘final four’.

As ‘águias’, recordistas de troféus, com sete triunfos em 12 edições, chegam à terceira jornada do grupo B com dificuldades de apuramento, com dois pontos, e ‘reféns’ do embate entre Vitória de Guimarães e Sporting da Covilhã.

A equipa de Bruno Lage não conseguiu mais do que um ‘nulo’ na Luz com o Guimarães e outro empate na Covilhã (1-1), o que a deixou atrás dos vimaranenses (quatro pontos) e com os mesmos dois pontos dos serranos, que têm mais golos.

Um cenário difícil para o campeão português, que precisa de vencer no Bonfim o Vitória de Setúbal, já eliminado, e esperar que o Guimarães não triunfe na receção à equipa serrana, da II Liga, – sendo que os minhotos ainda têm vantagem sobre os ‘encarnados’ na diferença entre golos marcados e sofridos -, em jogos com início às 20:00 de sábado.

Também no sábado, o Sporting, detentor do troféu, graças aos triunfos em 2017 e 2018, visita o Portimonense com um ‘olho’ no que se passa em Vila do Conde, no jogo entre o Rio Ave e o Gil Vicente.

No grupo C, os ‘leões’ (três pontos) precisam de vencer e esperar que o Rio Ave (quatro), que os derrotou em Alvalade, não vença em casa o Gil Vicente, sem qualquer ponto e já fora das contas da qualificação.

O Portimonense e o Rio Ave têm os mesmos quatro pontos e os mesmos golos marcado e sofridos (3-2).

O critério de desempate, em caso de igualdade pontual entre as equipas, terá por ordem a diferença entre o número de golos marcados e sofridos na fase de grupos, seguido do maior número de golos marcados, e, por último, da média etária mais baixa dos jogadores utilizados.

Nos grupos A e D, com os principais jogos no domingo, as ‘contas’ são mais fáceis de fazer: no primeiro o Sporting de Braga disputa, fora, com o Paços de Ferreira, a passagem à ‘final four’, e no segundo o FC Porto fará o mesmo com o Desportivo de Chaves, também fora.

Aos bracarenses (seis pontos), que venceram a Taça da Liga em 2012/13, basta um empate em casa do Paços (quatro), o mesmo valendo para o FC Porto, que, embora tenha os mesmos seis pontos do Chaves, tem vantagem no critério dos golos.

Caso Benfica e Sporting sejam eliminados, os ‘dragões’, se passarem, podem ter um caminho teoricamente mais fácil numa competição que nunca venceram, mas em que foram finalistas vencidos em 2010 (com Benfica), 2013 (Braga) e 2019 (Sporting).

Na ‘final four’, que decorrerá em Braga, entre 21 e 25 de janeiro, o vencedor do grupo A defronta o vencedor do grupo C, e o do grupo B a equipa vencedora do grupo D.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.