Naval e Marítimo irão disputar, este fim-de-semana, um lugar na próxima eliminatória da Taça de Portugal.

Em conferência de imprensa, Fábio Júnior revelou que esta é uma partida com apenas um resultado possível: "Trata-se de um jogo de ‘mata mata’, uma das equipas terá de ficar pelo caminho, daí que não haja muito para pensar. O único resultado que nos interessa é a vitória."

O avançado alerta para as dificuldades que o Marítimo irá apresentar por estar numa fase de recuperação com um novo treinador, Pedro Martins: "É uma equipa muito boa, está a sofrer um processo de modificação, tentando reabilitar-se do desempenho menos bom que teve até ao momento."

Perante tal facto, o brasileiro deixa a estratégia que a equipa da Figueira da Foz terá de utilizar para vencer o encontro e seguir em frente na prova: “Para não nos deixarmos surpreender, temos de ser guerreiros do primeiro ao último minuto, ter grande nível de concentração, ambição e fé na ajuda de Deus."

A Naval 1º de Maio mudou recentemente de treinador. Saiu Victor Zvunka e entrou Fernando Mira. Fábio Júnior mostrou-se agradado com o novo técnico: "Sinceramente, estou a gostar de trabalhar com o professor (…) além de treinador, tem-se revelado um amigo do grupo, tem mostrado as suas ideias e tem-nos ajudado a assimilá-las."

O encontro Naval - Marítimo joga-se no próximo domingo, a partir das 15 horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.