Filme da partida

O Benfica venceu ontem o Sertanense, do Campeonato de Portugal, por 3-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, em que Jonas voltou a ser titular e a marcar ao fim de cinco meses.

Com muitas alterações na equipa, o Benfica rubricou uma exibição segura e não deu espaço ao adversário, que raramente incomodou o guarda-redes Svilar.

Primeira parte: o caudal ofensivo do Benfica

Aos quatro minutos, o avançado Jonas, que hoje regressou à titularidade, introduziu a bola na baliza do adversário, mas o árbitro Manuel Oliveira anulou o golo por irregularidade posicional do brasileiro.

Apesar do maior caudal ofensivo, o Benfica só inaugurou o marcador aos 35 minutos, numa recarga de Rafa Silva ao remate de Zivkovic, que o guarda-redes do Sertanense defendeu para a frente. O avançado internacional português continua a atravessar uma boa fase, tendo marcado dois golos na sexta jornada da I Liga em Chaves e, na semana passada, em representação da seleção, esteve no lance de um dos golos de Portugal na Polónia.

Minutos antes, aos 29 e 32, a equipa de Rui Vitória tinha ameaçado por Rafa e Zivkovic, respetivamente, com os remates saíram muito perto dos postes da baliza do conjunto do distrito de Castelo Branco.

O Sertanense apenas rematou uma vez com perigo, num livre direto de Batista, que levou a bola a rasar o canto superior direito da baliza do Benfica, hoje defendida por Svilar.

Grande golo de Gedson na segunda parte. A estreia absoluta de Jota

À passagem do minuto 53, os 'encarnados' chegaram aos 2-0, numa 'bomba' de Gedson do 'meio da rua', que levou a bola a entrar colocada a meia altura, sem qualquer hipótese para o guarda-redes da equipa orientada pelo antigo jogador benfiquista João Manuel Pinto.

Num lance semelhante, Samaris tentou imitar Gedson, mas o guarda-redes do Sertanense defendeu com uma palmada o remate do jogador grego.

A melhor ocasião do Sertanense no segundo tempo ocorreu aos 61 minutos, num remate em arco de Hugo Barbosa, a que Svilar correspondeu com uma grande defesa.

O Benfica chegou ao terceiro golo aos 68 minutos, por Jonas, que voltou a marcar cinco meses depois, num remate em rotação já dentro de área, após uma jogada de Yuri Ribeiro.

Confortável no jogo, Rui Vitória ainda estreou o jovem Jota, de 18 anos, que entrou aos 77 minutos para o lugar de Jonas.

Check na Taça de Portugal, hora de pensar na Champions

Com este triunfo sem problemas, o Benfica é a primeira equipa apurada para a próxima fase da Taça de Portugal. Rui Vitória pode respirar de alívio, até porque as exibições dos 'encarnados' nas últimas edições da competição têm tido pouco brilho e a equipa tem mesmo mostrado dificuldades em bater  os 'pequenos'.

Terça-feira é noite de novo desafio, este mais desafio, não fosse o Benfica enfrentar os holandeses do Ajax para a Liga dos Campeões.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.