O leitor deverá conhecer o filme de 1993 'Groundhog Day' ('O Feitiço do Tempo') em que Bill Murray interpreta um meteorologista que fica preso no dia 2 de fevereiro, o Dia da Marmota nos Estados Unidos, e vive esse dia vezes e vezes sem conta.

O jogo desta quarta-feira entre Benfica e Braga tem um tal conjunto de coincidências que quase poderia fazer parte do argumento desse filme. Passamos a explicar.

Benfica e Braga defrontam-se esta quarta-feira, dia 18 de dezembro, no Estádio da Luz, para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Ora, para recordarmos o terceiro jogo entre Benfica e Braga do ano de 2014, basta agarrarmos na frase anterior e... trocar o dia da semana. Só isso.

Isto porque a 18 de dezembro de 2014, o Benfica recebeu no Estádio da Luz o SC Braga, em jogo dos 'oitavos' de final da Taça de Portugal dessa época.

Quer mais uma coincidência? Até o árbitro da partida será o mesmo: Artur Soares Dias.

As coincidências ficam por aqui, mas o SC Braga deverá querer que mais uma coisa se repita: o resultado.

Esse jogo deu a primeira vitória dos bracarenses no Estádio da Luz e apenas a segunda no histórico entre as duas equipas que o SC Braga venceu na condição de visitante das 'águias'.

A primeira vitória do SC Braga numa visita ao Benfica foi em outubro de 1954 em jogo a contar para o Campeonato Nacional com os minhotos a vencer por 0-1 no Estádio Nacional, uma vez que o Estádio da Luz só seria inaugurado no dia 1 de dezembro desse ano.

Mas voltando a 2014, o Benfica foi o primeiro a marcar por Jonas aos 33 minutos, com a equipa das 'águias', na altura treinada por Jorge Jesus, a ir em vantagem para o intervalo.

Golaço de Pardo coloca Benfica fora da Taça de Portugal
Golaço de Pardo coloca Benfica fora da Taça de Portugal
Ver artigo

Contudo, na segunda parte, a equipa do Braga, na altura comandada por Sérgio Conceição, deu a reviravolta no resultado com Aderlan Santos aos 48' e Pardo aos 58 minutos a colocarem os bracarenses nos quartos de final da 'Prova Rainha'.

O SC Braga acabou por chegar à final da prova, perdendo nas grandes penalidades frente ao Sporting.

Chegados a 2019, é quarta-feira, Jorge Jesus está do outro lado do Atlântico, Sérgio Conceição mantém-se no norte, mas ao comando do FC Porto e Jonas já pendurou as botas.

André Almeida e Pizzi são os únicos que sobrevivem do onze que jogou pelo Benfica nesse dia. Do lado do SC Braga já estão todos por outras paragens.

Agora é Sá Pinto que vai querer 'herdar' esse resultado de Sérgio Conceição e Bruno Lage que vai querer que se mantenha o domínio encarnado dos últimos 13 jogos frente aos 'Guerreiros do Minho'.

Se a história se repete, isso só saberemos depois do apito final. Talvez Harold Ramis (diretor do filme 'Groundhog Day' ), tenha aqui uma ideia para a sequela do filme.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.