Alan Kardec não fala em vingança ou desforra para o jogo desta quarta-feira na estádio da Luz frente ao FC Porto, das meias-finais da Taça de Portugal. A vantagem dos portistas este época em clássicos (em quatro jogos venceram três) não tem influência.

«Num clássico não há favoritos. Estamos tranquilos, confiantes, é uma partida muito importante e [a vantagem em confrontos] não quer dizer muito», assegurou Alan Kardec em conferência de imprensa de antevisão, no centro de estágio do Seixal, salientando que o último jogo, em que os azuis-e-brancos festejaram o título na Luz, «já foi apagado».

Apesar de trazer dois golos de vantagem do Dragão, o avançado não entra em euforias e garante que «o Benfica não vai entrar a defender». «A vantagem não dá direito de entrara a defender. Vamos jogar como se estivesse 0-0», afiançou.

Jorge Jesus não falou em conferência, por ainda estar castigado, castigo esse que termina às 00h00 desta terça-feira. O técnico já vai estar no banco de suplentes amanhã, depois de dois jogos orientados pelo adjunto, Raúl José.

O Benfica recebe esta quarta-feira o FC Porto em jogo das meias-finais da Taça de Portugal, com o encontro a ter inicio às 20h30. Os encarnados têm vantagem de dois golos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.