Vitória serena do FC Porto rumo aos 'oitavos' da Taça de Portugal, no final de uma semana conturbada a nível interno, com os dragões a despacharem mais uma equipa transmontana – já tinham afastado o Vilar de Perdizes, agora foi a vez do Montalegre. Danny Namaso desbloqueou o nulo, depois de uma boa entrada do adversário, Evanilson destacou-se com um 'bis' (e podiam ter sido mais) e Fran Navarro, que entrou na segunda parte, estreou-se a marcar oficialmente pelos portistas.

Veja o resumo

Sem surpresas, Sérgio Conceição operou uma revolução no onze titular, com destaque para a aposta em João Mendes a lateral-esquerdo, face às ausências de Wendell e Zaidu. O jogo de terça-feira em Barcelona ajuda a explicar a gestão, não a desconcentração do FC Porto nos primeiros minutos de jogo frente ao Montalegre.

Logo aos 2', Romário Baró perdeu a bola em zona proibida e Alex aproveitou para servir Boakye, que rematou para defesa de Cláudio Ramos. Com bastante apoio no Dragão, os transmontanos foram recuperando várias bolas em zona adiantada face a erros dos portistas.

No entanto, a partir do momento em que estabilizou, o FC Porto tomou conta do jogo. E não precisou de muito tempo para festejar. Aos 12' Grujic recuperou a bola no meio-campo, André Franco deu para Galeno e o extremo assistiu Danny Namaso, que apareceu nas costas da defesa contrária e, já em queda, finalizou na cara de Bruno Pio.

Cinco minutos depois, o mesmo Namaso antecipou-se a Fábio Fonseca em zona central e tocou de primeira para Evanilson; o brasileiro tirou um adversário do caminho antes de rematar, com o seu pior pé, para o 2-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.