O FC Barcelona bateu hoje o Chelsea por 3-0 na final da UEFA Youth League de futebol, conquistando a competição europeia de juniores pela segunda vez, depois do triunfo na edição inaugural de 2014.

Um ‘bis’ do venezuelano Alejandro Marqués, aos 33 e aos 52 minutos, e um golo de Ruiz aos 90+2 deram a vitória ao ‘Barça’, que somou o segundo triunfo depois da vitória na primeira edição, então frente ao Benfica, e igualou a equipa inglesa com dois triunfos.

Já os ‘blues’ procuravam o terceiro título, depois de duas vitórias consecutivas em 2015 e 2016, o melhor registo da prova, mas depois de eliminarem o FC Porto nas meias-finais não conseguiram levar de vencida a formação espanhola.

Os catalães sucedem aos austríacos do Salzburgo, que em 2016/17 bateram o Benfica para erguer o troféu, destinado a todos os jogadores ainda em idade de júnior dos principais clubes europeus, sendo que a fase de grupos apresenta a mesma configuração da mesma ronda da Liga dos Campeões de cada ano.

Este é mais um momento de festa na academia do Barcelona mas também um 'grito' de chamada de atenção dos dirigentes do clube. Há muitos anos que nenhum jogador formado no clube ganha espaço na equipa principal. Muitos jovens formados em 'La Masia' começam a sair para outros clubes, visto que a perspetiva de jogar na primeira equipa do Barcelona é escassa. Na última quarta-feira os 'culés' defrontaram o Celta de Vigo nos Balaídos e entraram em campo sem qualquer jogador da formação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.