Os transportes públicos de Paris não vão estar preparados para os Jogos Olímpicos, admitiu hoje a autarca da capital francesa, evocando um número e uma frequência insuficiente de comboios em alguns locais.

“Há duas coisas nas quais não vamos estar prontos, nomeadamente os transportes e o alojamento dos sem-abrigo. Neste momento, já enfrentamos dificuldades nos transportes no quotidiano, e não conseguiremos recuperar o nível […] de pontualidade, conforto para os parisienses”, enumerou Anne Hidalgo, em entrevista ao canal TMC.

A autarca parisiense foi mais longe, assumindo que “há locais ou transportes que não estarão preparados, porque não haverá número de comboios e frequência suficientes”.

O ministro responsável pela pasta dos Transportes, Clément Beaune, não tardou em desmentir Anne Hidalgo, acusando-a de tentar “criar alarido” em vez de “participar nos oito comités estratégicos dedicados aos transportes” criados para preparar os Jogos Olímpicos.

A mobilidade na região parisiense durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos durante o verão de 2024 constitui um desafio para as autoridades francesas, que assumiram o compromisso de garantir que 100% do acesso aos locais de competição fosse feito em transportes públicos.

Espera-se que cerca de 15 milhões de espetadores e pessoal acreditado assistam às provas de Paris2024, cuja maioria decorrerá em Paris e na Île-de-France.

Os Jogos Olímpicos Paris2024 decorrem de 26 de julho a 11 de agosto, seguidos pelos Paralímpicos, de 28 de agosto a 08 de setembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.