O tráfego marítimo no Sena será interditado “cerca de sete dias” antes de cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Paris2024, para preparar essa celebração, que decorrerá pela primeira vez fora de um estádio, anunciou hoje a autarquia.

Este ‘encerramento’ do Sena, cenário da cerimónia agendada para 26 de julho, foi decidido “por uma questão de transparência e para permitir que aos ‘atores’ do rio prepararem-se para esta contrariedade”, justificou a prefeitura da região Île-de-France.

Além do transporte marítimo, no qual se destaca o tráfego de cereais, cerca de 300 navios de cruzeiro atravessam diariamente a capital francesa, pelo que as autoridades da região continuam a debater “com os diferentes setores para encontrar soluções de modo a que estes possam prosseguir as suas atividades”.

A cerimónia de abertura de Paris2024 decorrerá entre as pontes de Austerlitz e de Iéna, em pleno ‘coração’ da capital francesa, mas o perímetro total de ‘encerramento’ do rio Sena ainda não foi determinado, de acordo com uma fonte próxima das negociações, citada pela agência noticiosa AFP.

O período de interdição do Sena deverá servir para os últimos ensaios da cerimónia, mas também para a instalação de gradeamento nas docas, onde são esperados 100.000 espetadores com bilhete pago – estima-se que, nas margens, poderão estar mais 400.000 pessoas.

O braço do Sena que atravessa a Aldeia Olímpica, situada em Saint-Denis, também estará fechado à navegação, no caso durante todo o período dos Jogos Olímpicos, agendados entre 26 de julho e 11 de agosto de 2024.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.