O FC Porto conseguiu hoje uma vitória tangencial por 27-26 ante o Dínamo, em Bucareste, somando novo sucesso na fase de grupos da Liga dos Campeões de andebol, novamente pela margem mínima.

Muito seguro no ataque, o campeão nacional 'desequilibrou' a partida a nível defensivo, com uma exibição fenomenal do macedónio Nikola Mitrevski, responsável por nove defesas, uma das quais absolutamente decisiva, no último minuto.

Depois de uma vitória contra os alemães do Flensburg-Hewitt, conseguida nos últimos segundos, os 'dragões' somam dois sucessos e apenas uma derrota (na Ucrânia, ante o HC Motor) e ascendem ao quarto lugar do grupo B, com os mesmos pontos do líder FC Barcelona, inesperadamente derrotado nesta ronda.

Em igualdade pontual na frente da tabela estão também o Telekom Veszprém, da Hungria (vencedor dos catalães) e o Lomza Vive Kielce, da Polónia.

No pavilhão Ioan Kunst Ghermanescu, os 'dragões' geriram durante quase toda a partida um ligeiro ascendente, tendo chegado com 15-14 a seu favor ao intervalo.

A perder desde o primeiro minuto de jogo, graças a um golo de Victor Iturriza, o Dínamo nunca esteve na liderança do jogo e chegou mesmo a ter, por três vezes, uma desvantagem de quatro golos por anular para a equipa comandada por Magnus Andersson.

Iturriza e Miguel Alves, com cinco golos cada um, foram a imagem do acerto atacante do FC Porto, que esteve especialmente eficaz a defender, com Mitrevski a garantir nove defesas na partida.

O jogo foi sempre equilibrado, apesar da formação romena nunca ter estado na frente, tendo chegado empatado 26-26 ao último minuto. Depois, Pedro Cruz marcou um golo que viria a ser decisivo, antes do guarda-redes dos campeões portugueses negar, mais uma vez, o golo à equipa da casa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.