Portugal já assegurou a presença no Europeu de 2022 de andebol, mas quer fechar a qualificação no domingo, em Matosinhos, frente à Lituânia, em primeiro lugar do grupo 4, assegurou hoje o treinador adjunto da seleção, Paulo Fidalgo.

O último obstáculo na concretização deste objetivo é a Lituânia, seleção que surpreendeu ao vencer esta semana em casa a Islândia (29-27) e que permitiu a Portugal, que derrotou Israel (41-29), isolar-se na liderança do grupo, com oito pontos.

“Os jogos contra a Lituânia são, tradicionalmente, difíceis, temos vários exemplos do passado recente”, recordou o adjunto de Paulo Jorge Pereira, Paulo Fidalgo, aos canais de comunicação da Federação de Andebol de Portugal.

Fidalgo referiu que a seleção tem de “trabalhar muito bem a possibilidade” de ficar em primeiro do grupo, “com muita seriedade”, porque a Lituânia está empenhada em conquistar um lugar no Europeu como um dos melhores terceiros.

“Vai ser um jogo muito competitivo. Nos últimos tempos temos assistido a um Portugal muito assertivo e com muita seriedade e esperamos que se mantenha no domingo”, finalizou o treinador.

O central Miguel Martins antevê “uma guerra” com a Lituânia, “porque é uma seleção que precisa deste jogo para se qualificar com um dos melhores terceiros”, mas Portugal está determinado a vencer e fechar a qualificação em primeiro.

“Estou muito feliz por já termos garantido um lugar no Campeonato da Europa [2022]. Estamos motivados para o que aí vem. Jogar em casa é sempre diferente, somos sempre favoritos”, disse Miguel Martins, que foi o porta-voz da ambição lusa.

A seleção portuguesa de andebol está a ter um ano repleto de sucesso desportivo, que começou com a melhor classificação de sempre num Campeonato do Mundo (10.º), seguido da inédita qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020 e, agora, a qualificação para o Campeonato da Europa de 2022.

Portugal lidera o grupo 4, com oito pontos, seguido da Islândia (2.º, com seis), Lituânia (3.º, com quatro) e Israel (4.º, com dois). A qualificação encerra com os jogos Portugal-Lituânia e Islândia-Israel.

O apuramento para a fase final do Euro2022, a disputar na Hungria e na Eslováquia, está ao alcance dos dois primeiros classificados de cada um dos oito grupos, mais os quatro melhores terceiros.

A fase final contará com 24 seleções, 20 das quais saídas da qualificação, que se juntam aos organizadores Hungria e Eslováquia e à campeã europeia em título, a Espanha, e à ‘vice’ Croácia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.