A Federação Internacional de Karaté (WKF) anunciou hoje a suspensão imediata e por tempo indeterminado de atletas e árbitros russos e bielorrussos de todas as competições por si organizadas.

“Com o objetivo de preservar a integridade das competições e garantir a segurança de todos os participantes, a proibição imposta aos karatecas e árbitros russos e bielorrussos terá efeito imediato”, refere a WKF em comunicado.

O presidente da WKF, Antonio Espinós, referiu que a “família do karaté está unida e solidária com todos os que afetados pelos acontecimentos na Ucrânia” e acrescenta: “Não queremos penalizar atletas ou árbitros, a nossa intenção é proteger toda a comunidade do karaté, que se rege pelos valores do respeito, integridade e honra”.

Espinós lembra que “não estão programados eventos num futuro próximo” e compromete-se a reavaliar as medidas de acordo com o evoluir da situação na Ucrânia.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 406 mortos e mais de 800 feridos entre a população civil e provocou a fuga de mais de dois milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.