A marchadora portuguesa Ana Cabecinha disse hoje que a equipa portuguesa “não vai lutar por medalhas”, mas apenas pela melhor classificação possível na prova de 20 Km marcha nos Campeonatos do Mundo das Nações, em Taicang, na China.

“Há que ser realista. Não vamos lutar por medalhas em termos de equipa, mas é sempre bom termos uma equipa a representar o país”, disse aos jornalistas a marchadora do Clube Oriental de Pechão (Algarve), durante o estágio da seleção nacional em Albufeira, no distrito de Faro.

Na opinião da atleta, de 34 anos, natural de Beja, Portugal “está bem representado, com três atletas, duas delas jovens promissoras do atletismo, sendo a motivação muito grande em dar o melhor na corrida e representar o país ao melhor nível”.

"Somos realistas e reconhecemos que o nosso objetivo não passa por conquistar, porque existem equipas muito fortes na luta pelos primeiros lugares do pódio", frisou.

Segundo Ana Cabecinha, se em termos de equipa não há o objetivo de conquistar medalhas, em termos individuais “tudo pode acontecer”.

“Sinto-me fisicamente em boa forma e se estiver bem na altura certa, qualquer resultado pode sair. Vamos ver como é que a prova corre, pois existem muitas atletas já com boas marcas nesta altura”, frisou a atleta.

Para Ana Cabecinha, “está tudo em aberto, porque na prova dos 20 km tudo pode acontecer”, frisando que a sua experiência e o conhecimento que tem do percurso, podem ser fatores importantes na conquista de um bom resultado.

“Conheço bem o percurso, onde há quatro anos fui feliz, porque além do oitavo lugar fiquei a três segundos do recorde nacional e na China tenho conseguido bons resultados”, disse a atleta, recordando o oitavo lugar conquistado nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 e o quarto no Campeonato do Mundo, também em Pequim, em 2015.

Ana Cabecinha que, em 2016, conquistou a sexta posição nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro nos 20 km marcha, espera repetir os bons resultados alcançados anteriormente na China, “e voltar a ser feliz este ano”.

“Estou motivada e vamos ver se consigo em Taican um resultado e uma marca motivadores, para encarar o maior desafio que é o Campeonato da Europa”, de 7 a 12 de agosto, em Berlim, concluiu.

Ana Cabecinha integra os 12 atletas que vão representar que vão representar Portugal nos Campeonatos do Mundo das Nações de marcha, competição que tem lugar em Taicang, na China, nos dias 05 e 06 de maio.

Os selecionados cumprem um estágio de preparação até ao dia 27 de abril numa unidade hoteleira de Albufeira, no Algarve.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.