A seleção de pugilismo do Kosovo foi proibida hoje de entrar na Sérvia, onde deveria disputar os Mundiais da modalidade, por apresentar o emblema do país nos seus equipamentos, informou fonte da Federação kosovar.

“Disseram-nos que não podíamos passar com os símbolos do Kosovo”, explicou o presidente da Federação kosovar, Latif Demolli.

Em declarações à imprensa local, Demolli esclareceu que as autoridades sérvias na fronteira exigiram aos pugilistas que retirassem os emblemas nacionais das camisolas usadas no ringue e nos locais de treino, como condição para poderem entrar.

O Kosovo deveria participar a partir de domingo em Belgrado nos Mundiais de pugilismo, com a presença de três atletas.

A Sérvia nunca reconheceu a independência em 2008 do seu antigo território, com o governo sérvio a reivindicar o território como parte do país, embora a maioria dos países do ocidente o reconheça, bem como grande parte das instâncias desportivas internacionais, como a FIFA ou o Comité Olímpico Internacional.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.