A Agência Mundial Antidopagem (AMA) considerou hoje que a União Ciclista Internacional e a Agência Britânica Antidopagem serão as melhores instâncias para responder ao pedido da Sky, que quer por fim às suspeitas sobre o desempenho de Chris Froome.
«Encorajamos todos aqueles que se mostram disponíveis para partilhar informações pertinentes, de modo a promover um desporto justo e equitativo. Estaremos sempre recetivos a informações que possam ajudar a lutar contra a dopagem no desporto», sublinhou o porta-voz da AMA, numa resposta à AFP.
No entanto, segundo Ben Nichols, não está especificamente no âmbito da AMA aceitar pedidos particulares de uma equipa ou de uma pessoa, estando a sua observação dependente de requisições de federações internacionais.
«A União Ciclista Internacional é a organização responsável por partilhar informações pertinentes com a equipa Sky, tanto como a Agência Britânica Antidopagem», acrescentou.
O diretor da equipa britânica Dave Brailsford revelou na quinta-feira que tinha escrito à AMA para propor a comunicação de pormenores das performances do atual camisola amarela da Volta a França, de modo a acabar com os rumores que põem em dúvida os resultados de Froome, que já ganhou três etapas no Tour.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.