O desfile de João Almeida pelas ruas das Caldas da Rainha e de A-dos-Francos, organizado hoje pela câmara municipal para homenagear o ciclista, foi cancelado devido a um parecer negativo das autoridades de saúde.

“As autoridades de saúde regional e local entenderam que o desfile poderia resultar num risco acrescido de contágio [de covid-19] e deram parecer desfavorável à realização do desfile, dada a evolução do número de casos nos últimos dias, decisão que a câmara naturalmente vai acatar”, disse à Lusa o presidente da autarquia das Caldas da Rainha, Fernando Tinta Ferreira.

O desfile pelas ruas da cidade das Caldas da Rainha e de A-dos-Francos, freguesia de onde é natural o ciclista, que terminou a Volta a Itália num histórico quarto lugar, integrava a homenagem da câmara e da junta a João Almeida, marcada para as 18:00 horas de hoje.

“Este jovem, do concelho das Caldas da Rainha, merece a consideração e admiração de todos”, tinha divulgado a câmara na rede social Facebook, convidando a população a “acompanhar o percurso nas suas viaturas, ou permanecer nas ruas aplaudindo aquando a sua passagem, sempre respeitando o obrigatório distanciamento social”.

Perante o parecer negativo das autoridades de saúde, “o momento continuará a ser assinalado com uma receção ao atleta, em que estará o secretário de Estado da Juventude e Desporto e a Federação Portuguesa de Ciclismo”, divulgou a câmara, em comunicado.

A cerimónia terá início pelas 17:30, no Salão Nobre da câmara municipal.

“Não será por este constrangimento, devido à situação de pandemia que estamos a atravessar, que o João Almeida deixará de sentir o apreço e o orgulho de todos os caldenses, e mesmo de todo o país, pelo seu mérito desportivo, reconhecido internacionalmente”, pode ler-se no comunicado.

À Lusa, Tinta Ferreira disse ainda que “quando a situação do país o permitir será feita uma nova homenagem pública” ao jovem “que colocou o nome das Caldas da Rainha na história do ciclismo mundial”.

João Almeida (Quick Step) tornou-se no domingo o melhor português de sempre na Volta à Itália em bicicleta, ao terminar a prova em quatro lugar da classificação geral individual, depois ter envergado a camisola rosa, símbolo da liderança, em 15 das 21 etapas da prova.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.