A 100.ª edição da Volta à Catalunha em bicicleta, que estava inicialmente agendada para março, mas acabou adiada devido à pandemia da covid-19, vai decorrer só no próximo ano, anunciou hoje a organização da prova.

"A prioridade absoluta agora é lutar contra a covid-19 e impedir a sua propagação. O calendário de ciclismo que a UCI oficializou foi reduzido para praticamente três meses. Queremos celebrar a edição 100 com o máximo de garantias e os melhores corredores do mundo, por isso optámos por adiar para março de 2021", afirmou o diretor geral da Volta à Catalunha, Rubèn Peris.

A primeira edição da Volta à Catalunha aconteceu em 1911, mas não se realizou durante alguns anos, primeiro devido à I Guerra Mundial e depois por causa da Guerra Civil espanhola.

2020 vai ser o primeiro ano em que a prova não se realiza desde 1938.

De acordo com os dados oficiais, a Espanha é atualmente o segundo país do mundo onde se registou mais casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus (226.629) e o terceiro em termos de mortes (23.190).

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 204 mil mortos e infetou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.