O ciclista júnior Rui Oliveira destacou-se hoje na seleção portuguesa de pista com o sexto lugar na corrida por pontos dos Europeus jovens, que decorrem em Anadia.

O irmão gémeo do novo campeão Europeu de perseguição, Ivo Oliveira, venceu a qualificação de manhã e na final conseguiu ganhar três dos dez "sprints" pontuáveis, um desempenho que o colocou na sexta posição, faltando-lhe conseguir dobrar o pelotão para ocupar um dos lugares no pódio.

O francês Corentin Ermenault, que Ivo Oliveira batera na quarta-feira na final de perseguição, é o novo campeão: Pedro Preto participou nas qualificações, não sendo apurado para a final.

Nas corridas por pontos, e no escalão sub-23, Hugo Brito e Luís Gomes não conseguiram ultrapassar a eliminatória, sendo que na final o mais forte foi o russo Andrey Sazanov, acompanhado no pódio pelo francês Thomas Boudate e pelo belga Jasper de Buyst.

Em final direta, as sub-23 Marisa Santos e Ana Azenha tiveram sortes diferentes, com a primeira a ser 18.ª e a segunda a abandonar, em prova conquistada pelas italianas Elena Cecchini e Maria Giulia Confalonieri, ouro e prata, com a russa Aleksandra Chekina a fechar o pódio.

A júnior Ana Lopes foi 16.ª e Andreia Alves 19.ª, em competição vencida pela britânica Manon Lloyd, seguida pela alemã Lisa Klein e pela russa Diana Klimova.

Nos 500 metros, o contrarrelógio para juniores femininas foi a única final de hoje de uma disciplina que não a corrida por pontos: venceu a russa Tatiana Kiseleva, com 35,720, menos 83 milésimos do que a alemã Doreen Heinze e menos 93 milésimos do que a ucraniana Olena Starikova.

Na sexta-feira, haverá sete títulos em disputa, com Portugal representado por nove ciclistas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.