A portuguesa Maria Martins terminou hoje na segunda posição a prova de 'omnium' da terceira etapa da Taça de Mundo de ciclismo de pista, que se disputou em Hong Kong.

Um dia depois de ter conquistado o bronze em 'scratch', Maria Martins voltou a subir ao pódio, ao concluir o 'omnium', com 113 pontos, os mesmos da vencedora, a japonesa Yumi Kajihara, e mais sete do que a belga Jolien D’Hoore, terceira.

A ribatejana chegou à corrida por pontos na frente da competição, depois de ter sido terceira no 'scratch' e segunda na corrida por tempo e na eliminação, mas acabou por ser apenas 14.ª na quarta e última prova, sendo ultrapassada pela japonesa.

Este resultado deixa Maria Martins na segunda posição da Taça do Mundo, com três etapas disputadas, e mais próxima de assegurar um lugar para Portugal nos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

Em 'madison', igualmente disciplina olímpica, Iuri Leitão e João Matias foram apenas 15.os, com três pontos, depois de uma queda de Iuri Leitão ter afetado o rendimento da dupla, numa prova ganha pelos alemães Roger Kluge e Thoe Reinhardt.

João Matias participou também em 'scratch', terminando na 22.ª posição a corrida ganha pelo holandês Roy Eefting.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.