O ciclista belga Remco Evenepoel (Deceuninck-QuickStep) disse hoje que quer regressar à competição em maio na Volta a Itália, depois de ter voltado aos treinos após uma paragem prolongada devido a uma queda grave.

"O objetivo passa por estar pronto para voltar à competição no dia 08 de maio [dia de arranque do Giro]. Quando é que vou estar em forma? A 08 de maio", atirou o jovem belga de 21 anos, em declarações ao jornal La Dernière Heure.

Em 2020, e já sem Evenepoel, a Deceuninck-QuickStep levou uma formação que incluía o estreante português João Almeida à ‘corsa rosa', na qual o luso ‘brilhou': liderou a geral durante 15 dias e acabou no quarto lugar final.

O prodígio do ciclismo belga recebeu na segunda-feira ‘luz verde' dos médicos para voltar a treinar na estrada, cerca de meio ano depois do acidente grave sofrido na Volta à Lombardia que o afastou da bicicleta.

Na 114.ª edição da ‘Il Lombardia', vencida pelo dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana), Evenepoel caiu, numa ponte, na descida do Sormano, de uma altura de aproximadamente cinco metros.

O corredor da Deceuninck-QuickStep, apontado como um dos principais jovens talentos da modalidade, tinha vencido, até à Volta à Lombardia, todas as provas em que participou no ano de 2020: Volta a San Juan (Argentina), Volta ao Algarve (Portugal), Volta a Burgos (Espanha) e Volta à Polónia, esta última do escalão WorldTour.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.