A seleção portuguesa de futebol de praia derrotou esta quinta-feira a Suíça nos quartos-de-final do Mundial de Espinho, por 7-3. Madjer ('hat-trick'), Andrade, Belchior, Coimbra e Leu (p.b.) fizeram os golos lusos.

A primeira grande oportunidade de Portugal foi para Torres, num pontapé de livre, mas o jogador português permitiu a defesa de Stalder. Logo de seguida, Portugal abriu mesmo o marcador graças a um erro clamoroso de um adversário ao segundo minuto de jogo. Stephan Leu tentou atrasar para o guarda-redes, mas a bola sobrevoou o guardião suíço e entrou na baliza.

O suíço Noel Ott tentou então mostrar o porquê de ser considerado o "Messi do futebol de praia", com um remate acrobático forte, que desviou num jogador luso e embateu na barra da baliza de Andrade. Pouco depois foi o próprio guarda-redes da equipa portuguesa a tentar um remate de baliza a baliza que obrigou Stalder a uma defesa apertada.

A formação helvética conseguiria empatar o encontro ainda antes do primeiro intervalo, graças a um golo de Ott, que finalizou da melhor forma uma boa jogada coletiva, mas Portugal não podia ter pedido um melhor arranque no segundo tempo. Logo na sequência do pontapé de saída, Madjer atirou de longe e bateu Stalder para o 2-1. O terceiro golo luso chegaria pouco depois, com um grande pontapé do guarda-redes Andrade. De livre e com um remate forte e colocado, Belchior fez o 4-1 para a equipa lusa, quase garantindo a presença nas meias-finais.

A Suíça surpreendeu Portugal no pontapé de saída - Stankovic bateu Andrade e reduziu para 4-2 - mas os portugueses uniram esforços em busca da concentração no setor defensivo que havia faltado contra o Senegal e a vantagem de dois golos manteve-se até ao segundo intervalo do jogo.

No terceiro e último período Madjer fez questão de voltar a deixar a sua marca, com um fantástico remate de longe que só parou no fundo das redes de Stalder, aumentando para 5-2 o resultado do encontro. O 6-2 chegaria pela cabeça de Coimbra, ao 27º minuto, após um pontapé de canto batido por Alan, mas a Suíça conseguiria reduzir, novamente por Ott, de grande penalidade. O 7-3 português pertenceu a Madjer, que selou o seu 'hat-trick' depois de uma jogada de insistência.

Com o triunfo, Portugal garantiu a presença nas meias-finais, onde irá defrontar a bicampeã mundial Rússia, que eliminou o Brasil também esta quinta-feira, com uma vitória por 6-5 após prolongamento.

Veja o resumo do jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.