Dos 20 atletas presentes no estágio promovido pelo seleccionador nacional de futsal, Jorge Braz, Davide Moura é o único que nunca foi internacional.

O objectivo do jogador , neste estágio, é mostrar-se ao mais alto nível para poder fazer parte das escolhas de Jorge Braz no torneio Grand Prix, uma competição que conta com a presença das melhores selecções do Mundo.

“Estou no meu segundo estágio e o que mais desejo é, um dia, poder representar a nossa Selecção num jogo oficial. Quando se está num clube mais modesto e sem grandes horizontes de ganhar títulos, é sempre importante sentir que os responsáveis técnicos da Federação estão atentos ao trabalho que se faz nessas equipas de menor dimensão mediática. E só o facto de ver que isso está a acontecer representa um acréscimo motivacional muito importante”, afirmou Davide, em declarações ao site da FPF (Federação Portuguesa de Futebol).

Convidado a descrever-se como jogador, Davide dá conta das suas melhores características: “Sou um jogador evoluído nos aspectos tácticos – para o que contribuiu muito a minha passagem por Espanha –, finalizo com ambos os pés, possuo um remate forte e procuro apresentar um forte sentido de entreajuda com os meus colegas no plano defensivo”.

O estágio da selecção que se encontra a decorrer em Carcavelos termina esta quarta-feira após o treino marcado para as 10h30.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.