A seleção nacional de futsal não foi esta noite além de um empate a três golos no jogo particular com a Eslováquia, no Entroncamento, integrado na preparação de Portugal para o próximo Campeonato da Europa, que vai decorrer em fevereiro na Sérvia.

Numa noite em que se assinalavam os 200 jogos de Arnaldo pela seleção, Portugal entrou com boa dinâmica, mas encontrou do outro lado um opositor bem fechado e que colocava dificuldades à equipa comandada por Jorge Braz. Por isso, o nulo resistiu até aos 15 minutos do encontro, quando entrou em cena o génio de Ricardinho.

O internacional português abriu o ativo para Portugal e repetiu a dose no minuto seguinte, construindo uma vantagem de dois golos antes do intervalo.

No segundo tempo, a equipa das quinas regressou com a mesma disposição de manter a sua hegemonia na partida. Porém, foi surpreendida pelo golo eslovaco, da autoria de Smericka, aos 24 minutos, um pouco contra a corrente da partida.

A seleção não se deixou abater pelo golpe e reagiu bem, recolocando a diferença novamente em dois golos aos 31, com Cardinal a fazer o 3-1.

Quando se desenhava mais uma vitória portuguesa, surgiu a reação eslovaca. De forma algo inesperada, Portugal acabou por consentir dois golos nos últimos minutos, por Dosa e Smericka, colocando assim o resultado final em 3-3.

Portugal volta a jogar um particular esta quinta-feira (18h15) com a congénere eslovaca, desta feita no pavilhão desportivo de Rio Maior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.