“A equipa russa é boa, mas o Benfica será melhor no domingo. Espero que ganhe”, afirmou o treinador no final do desafio com o campeão europeu de 2008.

Depois de ter dado boa réplica ao Benfica na partida da véspera, o FC Marlène não conseguiu incomodar o Ekaterinburg. Em conferência de imprensa, Goudmijn considerou que “a grande diferença em relação ao jogo de ontem foi a concentração”, lamentando os golos madrugadores dos russos. Além disso, o técnico apontou também a questão física como um factor determinante para a quebra da equipa: “Treinámos duas vezes por semana e jogámos contra duas grandes equipas e, assim, é difícil”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.