António Caricato, segundo treinador da Itália, presente na conferência de imprensa, acusou a arbitragem de defender Espanha e Portugal, pois «a Itália é uma equipa que mete medo aos dois».
O técnico italiano deixou no ar que «era necessário afastá-los com a ajuda dos árbitros (espanhóis e portugueses)», sublinhou.

Ainda falando sobre a arbitragem, Caricato fez um pequeno resumo do que pode ter causado esta derrota frente ao Chile.

«Nos primeiros seis minutos jogámos com três jogadores, os árbitros apitaram contra a Itália, o Chile beneficiou disso, mas quem esteve melhor em campo foi a Itália», sublinhou.

Chile, a surpresa do Mundial

A equipa chilena chegou, viu e está a vencer, surpreendendo tudo e todos ao perder apenas um jogo, frente a Portugal e derrotando todos os outros que se aproximaram, incluindo Angola, garantindo a passagem às meias-finais. No final do encontro com a Itália, era notória a satisfação no rosto dos hoquistas chilenos.

«Trabalhámos para chegar o mais alto possível», disse o selecionador Mauricio Llera, acrescentando: «Nada é impossível na vida, fé e trabalho fazem parte de nós, confio nos (meus) jogadores».

Bastien Osorio, capitão do Chile, visivelmente feliz e quase tão surpreendido quanto os jornalistas na sala, disse estar fisicamente «fatigado», mas que «mentalmente toda a equipa está ótima».

Os italianos ficam fora da luta pelo título, que será discutido entre Portugal, Argentina, Chile e Espanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.