A Federação Internacional da Ginástica (FIG) abriu um processo contra o ginasta russo Ivan Kuliak pelo “comportamento escandaloso” numa prova da Taça do Mundo, durante a qual exibiu um símbolo utilizado pelo exército russo que invadiu a Ucrânia.

Na prova, disputada no domingo, em Doha, Kuliak colocou a letra Z, que significa 'Pela Vitória' e tem sido difundida em todas as imagens onde surgem veículos militares russos, na zona do peito.

O ginasta russo conquistou a medalha de bronze na prova de paralelas assimétricas, na qual o ucraniano Illia Kovtun arrecadou o ouro, e além de ter exibido o símbolo no pódio tentou “escapar” da foto conjunta, que acabou por ser obrigado a tirar.

Na semana passada, a FIG endureceu as sanções contra a Rússia e a Bielorrússia proibindo a participação de atletas e juízes de ambos os países em todas as competições a partir de hoje.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que, segundo as autoridades de Kiev, já fez mais de 2.000 mortos entre a população civil.

Os ataques provocaram também a fuga de mais de 1,5 milhões de pessoas para os países vizinhos, de acordo com a ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.