O antigo ginasta húngaro Szilveszter Csollány, campeão olímpico nas argolas nos Jogos Sydney2000, morreu aos 51 anos, em consequência da covid-19, informou hoje a Federação Húngara de Ginástica (MTSZ).

Csollány, que tinha recebido já uma dose de uma das vacinas, apesar de, inicialmente, se ter manifestado contra, foi infetado em novembro do último ano, e já em dezembro foi hospitalizado em estado grave, com necessidade de ventilação mecânica.

Na carreira de ginasta, em que foi também campeão mundial, o ponto mais alto foi o ouro conquistado em Sydney, quatro anos depois de ter sido medalha de prata, também nas argolas, nos Jogos Olímpicos de Atlanta1996.

O presidente da MTSZ, o também campeão olímpico Zoltán Magiar, em 1976 e 1989 no cavalo com arções, assinalou que a morte de Csollány é “uma tremenda tragédia”, que deixa na ginástica um “enorme vazio”.

A covid-19 provocou 5.593.747 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A nova variante Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.