A 19.ª edição dos Jogos do Mediterrâneo termina hoje com a cerimónia de encerramento, num dia em que fecha o torneio de andebol, com a seleção portuguesa feminina a jogar pelo bronze em Oran2022.

Superada a ‘fasquia’ dos 24 pódios conseguidos na estreia do país em Jogos do Mediterrâneo, em Tarragona2018, a missão portuguesa encerra a sua participação com a possibilidade de uma medalha que lhes escapou.

Foram 25, ao todo, as medalhas já conquistadas em seis modalidades diferentes (das 19 representadas), mas o andebol pode conseguir a primeira em desportos coletivos, depois de o futebol sub-18 se ficar pela fase de grupos.

Lideradas pela ‘capitã’ Bebiana Sabino e por Mihaela Minciuna, as mais certeiras da equipa ‘das quinas’, as portuguesas jogam pelas 09:00 contra a Sérvia, no pavilhão do Complexo Olímpico de Oran.

Ali ao lado, pelas 21:00, a 19.ª edição dos Jogos vai ser oficialmente encerrada, um dia depois das celebrações do Dia da Libertação da Argélia, que se tornou independente da França em 1962, pelo presidente Abdelmadjid Tebboune.

A última grande festa dos Jogos, num país que organizou aqui o maior evento desportivo da sua história como nação livre, não contará com o desfile das nações, cujos atletas (já em números diminutos) vão entrar todos juntos, sem porta-estandartes ou outras divisões para lá do equipamento de cada um dos 26 representados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.