O diretor-executivo do Comité Organizador dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020 garantiu esta terça-feira a qualidade das águas nas quais vão ser disputadas provas de natação e de triatlo, nas quais foi detetada uma contaminação bacteriana.

Em entrevista à agência noticiosa Associated Press, Toshiro Muto garantiu que já foram tomadas várias medidas para proteger a Marina de Odiaba, incluindo a colocação de telas subaquáticas e o encerramento do local.

“Os resultados dos testes que têm sido realizados mostram uma diminuição dos valores. Vamos continuar a trabalhar”, disse Muto, admitindo a possibilidade de colocar mais camadas de telas na baía.

No início de outubro, as autoridades anunciaram que as amostras recolhidas à água da marina de Odaiba e da baía de Tóquio, revelaram a existência de níveis elevados de bactérias coliformes, entre as quais E.coli, acima das fixadas pelas federações internacionais de ambas as modalidades.

Os organizadores de Tóquio'2020 consideram que o nível excessivo de bactérias está relacionado com a precipitação recorde do último mês na capital japonesa, que afetou o fluxo de águas residuais dentro da baía.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.