Serão 700 os agentes do Comando Provincial da Policia Nacional (PN) de Benguela e dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros que estarão mobilizados para o "Grande Premio Benguela/2017", a decorrer no circuito da Praia Morena neste sábado e domingo.

De acordo com o porta-voz do comando provincial da PN, intendente Pinto Caimbambo, as forças e meios estarão direcionadas com particular atenção na reta principal da zona da rua Fausto Frazão e de Angola (centro da cidade), onde os pilotos conseguem a maior velocidade durante a prova.

A fonte avançou que todo dispositivo, desde a brigada canina, cavalaria, intervenção rápida, ordem pública e agentes de trânsito, já percorreram o circuito para averiguar os pormenores de segurança, com vista a precaver acidentes.

O responsável deu a conhecer que novas medidas de segurança foram estudados para que o GP seja um êxito para organização envolvida e a população.

Pinto Caiabambo garantiu que para esta prova os especialistas de trânsito vão introduzir o teste do bafómetro aos pilotos para avaliarem o seu estado antes de entrar na competição.

O responsável aproveitou a oportunidade para apelar a população que vai deslocar-se ao circuito a manter-se distante da pista e evitar fazer a travessia no momento da prova.

Por outro lado, num comunicado a que a Angop teve acesso, a Direcção Provincial de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação do Ministério do Interior informa que a partir das 5 horas dos dias 14 e 15 deste mês (sábado e domingo), será interdita a circulação nas avenidas Fausto Frazão, 4 de Fevereiro e todas suas afluentes para permitir a realização do evento.

Avança ainda que a ligação para a zona sul da cidade de Benguela será estabelecida através da Avenida Dr. Agostinho Neto, tomando a estrada do bairro do Kalohombo em diante e no sentido norte, usando a estrada do Kasseque, rua paralela da Angola, desembocando na rua Heróis de Angola, junto aos Bombeiros.

A delegação do Ministério do Interior assegura que o trânsito poderá processar-se pelas vias alternativas mencionadas sem constrangimentos.

Entretanto, os 40 pilotos das províncias de Benguela, Luanda, Namibe, Huambo, Huíla e Cuanza-sul estão confirmados para a corrida que vão correr nas classes de moto de 600 cc, carros GTS e das motos de DT de 50cc, numa extensão de três quilómetros para 20 voltas em três mangas para os carros e duas para as motorizadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.