A Mercedes e a fabricante de pneus Pirelli foram hoje convocadas para depor no tribunal da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O tribunal da FIA, criado em 2010, anunciou em comunicado, na quarta-feira, ter decidido avaliar o caso, depois de ter investigado os referidos testes, que ocorreram nos dias 15 e 17 de maio, em Espanha.

A equipa tricampeã mundial de pilotos e construtores, Red Bull Racing, denunciou o caso no passado dia 26 maio ao tribunal da FIA, acusando a Mercedes de ter tentado ganhar uma vantagem competitiva ilegal sobre os seus “rivais” ao realizar testes de forma "clandestina”.

Segundo a equipa austríaca, a Mercedes realizou testes com pneus Pirelli, que ainda não foram oficializados, no seu atual carro de competição, algo que infringe o regulamento da FIA, que permite apenas a utilização de carros de anos anteriores para testes previamente aprovados pelo órgão que regula o automobilismo internacional.

A FIA ainda não marcou uma data para o julgamento, que poderá levar a Mercedes a perder pontos no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 e, no limite, à sua exclusão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.