Miguel Oliveira subiu hoje ao terceiro lugar no Grande Prémio do Japão de Moto2, após a desclassficação do vencedor Fabio Quartararo, o que permitiu a Francesco Bagnaia vencer a prova e aumentar a vantagem pontual para o português.

O francês Fabio Quartararo (Speed Up) cruzou a linha de meta do circuito Twin Ring, de Motegi, em primeiro lugar, à frente dos italianos Francesco Bagnaia (Kalex) e Lorenzo Baldassarri (Pons HP40), mas viria a ser desclassificado, já depois da cerimónia do pódio, porque os comissários consideraram irregular a pressão do pneu traseiro da moto do piloto gaulês.

Com a desclassificação de Quartararo, Miguel Oliveira, que tinha terminado na quarta posição, ascendeu ao terceiro lugar, mas também permitiu que o líder do campeonato de Moto2, Francesco Bagnaia, vencesse a prova e aumentasse mais ainda a vantagem - de 35 para 37 pontos – face ao piloto português.

Quando faltam três provas para a conclusão do campeonato de Moto2, estando em disputa 75 pontos, Bagnaia lidera com 284 pontos, à frente do piloto português da KTM, com 247 pontos.

O campeonato ruma agora para a Austrália, um circuito onde o português já venceu em 2017 e 2015 (então nas Moto3), seguindo-se Malásia e Valência, três circuitos onde o português venceu no ano passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.