O piloto português Miguel Oliveira (KTM) foi hoje o nono classificado após as duas primeiras sessões de treinos livres para o Grande Prémio de São Marino de MotoGP, que se disputa domingo, em Misano.

O piloto português realizou o seu melhor tempo na sessão da tarde, rodando na melhor volta em 1.32,935 segundos, a 746 milésimos de segundo do mais rápido do dia, o francês Fabio Quartararo (Yamaha), líder do Mundial.

"Foi uma sexta-feira positiva. De manhã, talvez a nossa estratégia não tenha sido a melhor pois fomos um pouco conservadores e usámos uma base da mota mais próxima da de Spielberg (na Áustria) e não tanto a afinação que usámos aqui em Misano, no teste (de junho). À tarde voltámos àquilo que conhecíamos aqui em Misano, o tempo melhorou, o ritmo também e voltei a ser rápido de novo. Ainda assim, com muito potencial para andar mais rápido", explicou Miguel Oliveira, no final da segunda sessão.

O português garantiu o segundo melhor registo no quarto e último setor do traçado, precisamente aquele em que as corridas mais se decidem, a apenas duas milésimas de segundo de Quartararo.

Miguel Oliveira espera, agora, melhorar os seus tempos na terceira sessão de treinos livres, que se disputa sábado, e que apura os dez mais rápidos diretamente para a segunda fase da qualificação, sábado à tarde.

"Amanhã iremos fazer o nosso trabalho para estar logo na Q2", prometeu o piloto de Almada.

Os 15 primeiros dos treinos livres de hoje ficaram separados por menos de um segundo.

O GP de São Marino é a sexta de 14 corridas previstas para esta temporada, que teve de ser recalendarizada devido à pandemia de covid-19.

Com cinco provas disputadas, Miguel Oliveira é nono classificado, com 43 pontos, a 27 do líder, Quartararo.

A última prova da temporada será o GP de Portugal, em Portimão, a 22 de novembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.